Habitante de Kansas City, no estado americano do Kansas, o ancião de 71 anos Lawrence John Ripple protagonizou uma acontecimento curioso em setembro do ano passado. Ripple entrou no Bank of Labor, situado ao lado do quartel-general da polícia do município, encaminhou-se para um dos caixas e entregou à atendente um apontamento com as palavras “eu tenho uma arma, me dê dinheiro”.

Depois de acolher uma cifra de US$ 2.924 em dinheiro, o abafador sentou no chão e esperou a aparecimento das autoridades. Depois de ser encarcerado, disse que escreveu o advertência na frente da mulher e disse à ela que preferiria viver no assento que ficar em casa.

Em análise acontecido nesta semana, a defensora pública Chekasha Ramsey, que está trabalhando no caso, afirmou que a atuaçãode Ripple foi “um ai de socorro”, uma vez que ele já enfrentava um quadro de stress depois de mudar pela intervenção cardíaca em 2015.    

Embora de seu crime ser apto a uma pena de 37 anos de prisão, advogados, promotores e até inclusive o vice-presidente do banco exigiram leniência. A acórdão final abarca seis meses de prisão acolher, 3 anos de condicional monitorada, que incluem 50 horas de trabalho coletivo, e a cifra de US$ 227, relativo às horas de trabalho dos funcionários do banco que foram dispensados por pleito do assalto.

Via Kansas City